Muitos acreditam que festivais de música eletrônica são coisas para jovens. Por muitos acharem isso, homens e mulheres com mais de 50 anos acabam se sentindo deslocados, ou até mesmo com medo de participarem deste mundo. Antes do Tomorrowland Brasil, publicamos a história da Edna, uma mãe que estava prestes a ir pela primeira vez no maior festival do Brasil, ao lado de sua filha, Leticia. A matéria teve um resultado muito positivo; diversos leitores compartilharam conosco fotos e momentos em que seus pais o acompanharam em eventos de música eletrônica. Foi assim que chegamos ao Tio Roni, um simpático homem de quase 60 anos que estava prestes a ir ao Tomorrowland Brasil com membros de sua família. É lógico que amamos isso, e posteriormente, pedimos a ele que nos escrevesse um texto contando essa experiência. O relato é extremamente bacana, e passa também uma mensagem que todos deveriam levar como filosofia de vida:

“Há alguns anos, procurando eventos de música eletrônica, descobri o ”aftermovie do Tomorrowland”, que por muito tempo se manteve como um de meus sonhos. Eu sonhava em um dia viver essa experiência. Meus filhos e sobrinhos cresceram ouvindo e passaram a curtir o que gosto, a música eletronica, algo que é incrível pra mim. Aí chegou o Tomorrowland Brasil 2016! Eu jamais imaginaria estar num evento tão grandioso e organizado como esse.”

13112416_984122131669093_1295244548_o

“Até então, só conhecia por transmissão; um lugar mágico que une todas as nacionalidades, onde o respeito ao próximo prevalece, porque a música – além de outros fatores, como a alegria, a paz, a confraternização, e a felicidade – une as pessoas. Eu, que farei 59 anos no dia 07/05, com ”cabelos brancos”, ganhei um dos mais belos momentos da minha vida.”

roni

“E digo aos senhores pais: as experiencias estão aí para serem vividas. A cor de nossos cabelos nunca deve ser vista como um empecilho para a felicidade. Por isso, vivam as boas experiências com seus filhos, seus sobrinhos, sua família, ou amigos! Eu estava com os meus; ainda há tempo! Só tenho que agradecer ao lugar, ao evento, e a todos, porque fui muito bem acolhido. Obrigado Tomorrowland, in my head, in my mind, in my heart forever. Até 2017!”

13128623_984121278335845_979365252_o

Tio Roni com sua filha Nathália Lima, seu genro Erick Lukaski, e seus sobrinhos Cristiano Lima, e Guilherme Lima (Produtor da dupla Drop2Back).

Att.
Tio Roni

Rodolfo Reis

Rodolfo Reis

Fundador, redator, e editor do Play EDM. Publicitário, brasileiro, mas atualmente morando em Dublin, na Irlanda. Já viajou para outros países quase sem dinheiro em busca da música eletrônica. Sente saudades da sua família e dos seus treze animais de estimação que deixou em São Paulo. Futuro produtor de eventos ligados à música eletrônica!